Cuidado com golpes e fraudes! A Zema Financeira nunca solicita depósitos adiantados ou pagamentos por transferência bancária.
Não cobramos tarifas através de depósitos, nem antecipadamente nem após a contratação do empréstimo. Clique aqui para mais informações.
Skip Navigation LinksPágina inicial>Blog>Dicas para fazer uma reforma econômica em sua casa.
Novidades

Dicas para fazer uma reforma econômica em sua casa.

​​Pensando em fazer uma reforma em sua casa, mas está com pouco dinheiro? Reformas não costumam ser baratas...

​​Pensando em fazer uma reforma em sua casa, mas está com pouco dinheiro? Reformas não costumam ser baratas, principalmente se o imóvel é antigo ou se não foram feitas reformas em tempos mais recentes. Mas seguindo algumas dicas é possível economizar uma boa quantia e deixar a sua casa linda do jeito que você deseja!


1- Faça pequenas manutenções frequentemente
Primeiramente é sempre bom ter em mente que uma casa ou apartamento precisam de manutenção frequente. Conferir a parte elétrica e encanamentos, renovar a pintura das paredes e limpar calhas, por exemplo. Um erro muito comum é deixar pequenos consertos para depois, se acostumar e ir "deixando pra lá". Este é um costume comum e muito prejudicial, já que uma hora ou outra o conserto terá que ser feito e o custo será ainda mais elevado.

2- Seja realista
Lembre-se de que grandes reformas não são realizadas com frequência e por isso é interessante que você realize todos os seus desejos, mas de forma que caibam dentro do seu orçamento. Não adianta idealizar uma casa de cinema, com acabamentos sofisticados demais e caríssimos. Afinal, queremos ter uma casa linda, mas ela precisa condizer com a nossa realidade financeira e momento de vida.

3- Pesquise referências
Atualmente existem centenas de sites, blogs, redes sociais e até programas de TV com inúmeras dicas sobre decoração. Veja fotos, se inspire, defina qual será o estilo escolhido (moderno, vintage, pop, industrial…). Pesquisar por referências e entender o básico ajuda muito a definir exatamente o que você quer. Desta forma, será possível explicar o seu desejo de forma mais detalhada para o profissional que irá realizar a reforma.

4- Planejamento é a palavra-chave
Agora que você já pegou várias referências é hora de definir o que exatamente será reformado. Vai mudar apenas os móveis? Eles serão reformados ou vai comprar novos? Se for comprar novos, eles precisam ser medidos e escolhidos de forma que combinem entre si. Será preciso quebrar paredes? Quais? Fazer com que o orçamento caiba no bolso exige muitos cálculos e planejamento e ter essas questões previamente definidas evita imprevistos no decorrer da obra. E você já sabe, imprevisto significa gastos a mais!

5- Escolha um bom profissional
Se você ainda não tem um profissional de confiança, peça indicações! A escolha de um bom profissional é etapa fundamental num processo de reforma. Nem sempre adianta escolher o mais barato, se ele não souber fazer o que você deseja (olha aqui a importância do planejamento! Você precisa saber exatamente o que quer antes de escolher o profissional que irá realizar o serviço). Por outro lado, nem sempre o profissional mais caro é o melhor, já que ele pode ser excelente para determinado tipo de serviço, porém ter pouca experiência para o que você deseja. Você não vai querer descobrir se o profissional entende da sua demanda depois que o erro já aconteceu!

6- Defina um limite de gastos
Reforma definida e profissional escolhido, é essencial conversarem sobre o limite de gastos. Antes de começar o trabalho, faça uma lista de exatamente tudo que será utilizado, inclusive materiais, taxa de entrega e mão de obra. Coloque absolutamente tudo descrito nos mínimos detalhes, até o valor de um prego, por exemplo, para evitar qualquer tipo de imprevisto. Deixe claro para o profissional o valor que você tem disponível e peça a ele para te ajudar a comprar os materiais de acordo com seu orçamento.

7- Compre materiais de qualidade
Materiais de alta qualidade são mais caros que os de qualidade inferior, mas é importante pensar no longo prazo. Não adianta comprar produtos medianos agora e daqui pouco tempo precisar fazer outra reforma. Invista em materiais que vão te deixar seguro por bastante tempo.

8- Conte com um dinheiro extra
Depois de fazer todo o planejamento da reforma, pensando em todos os materiais que serão utilizados e mais o valor do profissional que irá realizar a reforma, você pode perceber que os gastos passaram do valor que você tem disponível. Isto não significa que você precisará deixar de fazer o que deseja ou necessita. Uma boa opção pode ser contar com a ajuda de um dinheiro extra, que pode vir através de um empréstimo pessoal, por exemplo. A vantagem desta modalidade de empréstimo é que o dinheiro solicitado cai na sua conta em apenas um dia útil, caso a solicitação seja aprovada. E os juros são menores do que os do cartão de crédito ou do cheque especial, caso seu score seja de baixo risco. Além disso, na Zema Financeira o valor pode ser parcelado em até 24 prestações, e pode-se começar a pagar em até 60 dias. A simulação é feita gratuitamente e 100% online, basta clicar aqui​.

Tomando todos estes cuidados, fazer a reforma da sua casa pode sim ser uma realidade. Afinal, nada melhor do que ter uma casa aconchegante, acolhedora, do jeito que você merece, não é mesmo?




Quer fazer um empréstimo online? Mulher Sorrindo com o celular na mão Simule gratuitamente